Conceitos básicos do mundo das franquias, que você precisa saber antes de abrir uma.

By 8 de outubro de 2020 Nossa Franquia

Empreender por franquias é o sonho de muitos investidores, por ser um meio de ter seu próprio negócio mas ainda ter algumas seguranças. 

 

Ao entrar no mundo dos franqueados, irá se deparar com muitos termos e palavras que podem soar estranhas ou não ser tão conhecidas. 

 

Preparamos aqui um pequeno dicionário para você poder ficar familiarizado com os termos do mundo das franquias. 

 

Sistema de franquias: 

 

O Sistema de Franquia é uma estratégia de expansão de negócio,

 

Forma de expansão de negócios, com a missão de oferecer oportunidades de dirigir marcas já testadas e com o sucesso comprovado. 

 

E esse sistema funciona quando a empresa em questão, permite os direitos de uma pessoa física ou jurídica, para representá-la, por meio de pagamento de royalties, autorização e condições especiais.

 

É regido pela lei 13.966/19

 

Franquia: 

 

De forma simples e geral, a franquia ou franchising é um modelo de negócio que inclui a concessão dos direitos exclusivos ou semi exclusivos, de uso fornecidos pelo proprietário da marca (franqueador) ao investidor (franqueado) para que ele possa replicar o desenvolvimento do mercado de formatos de sucesso geralmente reconhecido em outro lugar.

 

Circular de Oferta de Franquias – COF: 

 

Este é o documento submetido pelo franqueador ao candidato. Isso aconteceu no início, mas não se trata de um contrato de franquia. São informações comerciais, como: valor do investimento, período de retorno, possíveis desvantagens e conexões com todos os franqueados. O candidato tem no mínimo dez dias para ler o COF e analisar a proposta. Durante este período, os candidatos podem entrar em contato com os atuais ou ex-franqueados

 

Taxa de Franquia:

 

A taxa de franquia inicial é geralmente a taxa cobrada pelo franqueado na assinatura do primeiro documento legal (ou seja, pré-contrato, contrato, termo de reserva de território etc.) para compensar o franqueado pelo conhecimento do franqueador (manual, treinamento inicial, despesas relacionadas, etc.). Da mesma forma, não existe uma definição legal do método de coleta, embora seja geralmente fixo e apenas coletado uma vez no início da relação. Às vezes, no momento da renovação, o mesmo valor ou diferente será cobrado sob o nome de “taxa de renovação”.

 

Royalties: 

 

É a mensalidade paga pelo franqueado ao franqueador pelo uso da marca e pelo suporte prestado. 

Normalmente, é um valor percentual da receita total da franquia. Porém, assim como as taxas de franquia, toda rede de lojas tem uma política que deve ser analisada antes de assinar o contrato.

 

Esse são alguns termos básicos que é importante conhecer antes de empreender. É sempre bom lembrar que a franqueadora pode esclarecer quaisquer dúvidas que possam surgir durante o relacionamento. 

 

A Dídio orgulha-se de prestar e ter um ótimo relacionamentos com os franqueados.

Leave a Reply

Open chat