História de sucesso: Dídio Pizza supera crise e retoma vendas

By 28 de outubro de 2019 outubro 29th, 2019 Na Mídia

  28/10/2019

Fundador da marca conta que superou a adversidade com diminuição nas vendas em 2017 e o como fez para recuperar e voltar a crescer

O que Elidio Biazini, fundador da rede de pizzaria delivery Dídio Pizza, não esperava era ver seu negócio em crise e ter que fazer algo para mudar a realidade negativa pela qual passava. A rede teve queda brusca de vendas de quase 100 mil pizzas, entre 2016 e 2017.

No ano de 2016, a empresa vendeu cerca de 532 mil pizzas, número que caiu para 434 mil, em 2017. Para contornar a situação, Elidio teve que tomar algumas atitudes, como a negociação de aluguéis, estratégias de marketing e o fortalecimento entre franqueadora e franqueados, que ajudaram para a retomada das vendas para 507 mil pizzas em 2018.

De acordo com empresário, os últimos anos foram árduos, mas de muito aprendizado dentro da rede, que em 2018 completou 25 anos, inclusive organizando comitês de franqueados para traçarem, juntos, planos reversão. “Começamos pelos aluguéis. Renegociamos com todos os proprietários e conseguimos bons acordos e descontos que chegaram a 30% por até um ano. Os proprietários dos imóveis foram parceiros, entenderam a situação e, em todas as 24 unidades da rede, sem exceção, conseguimos bons acordos que nos deu um folego maior”, conta Biazini.

Além disso, os fornecedores de insumos também foram procurados para renegociar o fornecimento. “Acreditamos fortemente nas parcerias, pois quando a situação ficou difícil, conseguimos manter nossa qualidade de sempre e utilizar os mesmos ingredientes, mas com um custo compatível com a realidade que vivíamos”, explica o empresário.

Dentro das ações de marketing, o destaque ficou para a criação da Linha Leve, que nasceu com a mesma qualidade e sabor da Dídio Pizza, porém, com quantidade menor de recheio para que ninguém. Além disso, difere no preço em até 30%. A linha Premium da empresa foi mantida da mesma forma já que é um produto conhecido pelos clientes.

Esta experiência trouxa muitas lições para Elidio e para a sua rede que, além de se fortalecer mais, como era esperado, reafirma que a essência do que oferecem deve permanecem acima de qualquer situação.

“Se há um conselho que tenho a dar para outros empresários em momentos de crise é que eles não permitam que seu produto, seu DNA, seja afetado em sua qualidade. Não sigam a manada que normalmente entra em um círculo louco na competição por preço com a concorrência e com isso acabam perdendo a qualidade do que comercializam. Posicionem seus parceiros, negocie com seus fornecedores. Nossos parceiros não nos abandonaram neste momento porque sempre fomos transparentes e trabalharmos juntos”, finaliza Elídio.

Investimento inicial:  R$ 265 mil (já inclusa a taxa de franquia)
Faturamento médio mensal da unidade: R$ 81
Lucro médio mensal: 12%
Prazo de retorno: 2 anos e 3 meses.
Capital de giro: R$ 30 mil
Taxa de royalties: 5% do faturamento bruto mensal
Taxa de publicidade: 2% do faturamento bruto mensal

Por Rafael Gmeiner

Fonte:http://omundodasfranquias.com.br/2019/10/28/historia-de-sucesso-didio-pizza-supera-crise-e-retoma-vendas/

Leave a Reply